Seguidores

domingo, 20 de abril de 2014

Jéssica Wolpert representante do Sport no concurso Belas da Torcida

Batendo um bolão!

A representante do time do Sport Clube Recife no concurso “Belas da Torcida” é Jessica Wolpert. Promovido pelo portal UOL, o concurso escolherá entre as concorrentes aquela que será a “Bela da Torcida” brasileira. Pernambuco está bem representado no concurso pela beleza e curvas perfeitas da representante do Sport, Jéssica Wolpert, conforme podemos conferir nas fotos.

Para ver o ensaio fotográfico completo da representante do Sport, clique no link: esporte.uol.com.br/belas da torcida


A chave da felicidade

HUMOR DO DOMINGO

... pelo menos da felicidade masculina.

Feliz Páscoa!

Mais amor, felicidades, compaixão e afeto.
Que nesta páscoa possamos renascer pessoas melhores. 
Que nossas vidas tenham mais rosas e menos espinhos; mais doçura e menos rancores.


sábado, 19 de abril de 2014

O Agreste é Notícia

São João
Visando a qualidade da água de consumo humano, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) expediu recomendação à Secretaria Municipal de Saúde do município de São João (Agreste Meridional) para que realize a análise do plano de amostragem da água bruta, no ponto da captação, encaminhado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) no dia 17 de janeiro, observando se os planos mínimos de amostragem foram respeitados. A Secretaria deve informar à Promotoria de Justiça, no prazo de 10 dias, sobre o cumprimento ou não da recomendação.

Caetés
A Vila Atoleiro, no município de Caetés foi reconhecida como Comunidade Quilombola. O reconhecimento foi feito pelo Governo Federal e a entrega do certificado ocorreu no domingo dia 13 de abril. 

Bom Conselho
O prefeito Danilo Godoy viajou a Brasília esta semana, onde foi recebido em audiência no Palácio do Planalto pelo Dr. Maurílio Pedrosa,chefe de Assuntos Federativos. O prefeito apresentou vários pleitos do município. Ele também fez contatos com diversos Ministérios e Secretárias: FUNASA, Caixa Econômica Federal, Ministério das Cidades e Ministério dos Esportes.

Buíque
Uma manobra política na Câmara de vereadores antecipou a eleição da nova Mesa Diretora da Casa. A eleição que deveria ocorrer no final deste ano, aconteceu na semana passada, os vereadores elegeram o novo presidente que só tomará posse em janeiro de 2015. O atual presidente da Casa que supostamente estava com a eleição ganha, acabou perdendo o pleito. A escolha se deu com voto secreto, e agora se especula na cidade quais os vereadores que supostamente teriam traído quem.

O Agreste é Notícia - Coluna semanal publicada aos sábados apresenta um resumo de alguns dos principais fatos que foram notícia nos últimos dias nos municípios da região.

Prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano PTB vai apoiar Paulo Câmara do PSB

Sem nenhum tipo de constrangimento, o prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano (PTB), vai contrariar a liderança maior do seu partido no estado, o senador e pré-candidato ao governo Armando Monteiro, com um evento de adesão ao adversário na disputa pelo comando estadual, Paulo Câmara (PSB). "A importância da continuidade do modelo de gestão implantado pelo ex-governador Eduardo Campos", é a pregação dos socialistas que têm atraído um grande número de partidos e lideranças sejam elas da base aliada ou dissidentes, como é o caso de Martiniano.

Para o ato de apoio do petebista hoje, é esperado todo o staff da campanha do ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara, entre eles o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, o líder do governo na Assembleia Legislativa, Waldemar Borges, e o candidato ao Senado pela Frente Popular, Fernando Bezerra Coelho, todos socialistas. Caso o PTB considere a postura de Bruno Martiniano infidelidade ao partido, pode fazer uso da Lei de Fidelidade Partidária e requerer o cargo do prefeito de Gravatá. 

Aderiram a Paulo Câmara (PSB)

Bruno Martiniano (PTB) - prefeito de Gravatá
Gerson Henrique (PTB) - prefeito de Jucati
Pastor Marcos José (PT) - prefeito de Abreu e Lima
Daniel Almeida (PT) - prefeito de Vertente do Lério
Reginaldo Cavalcante (PT) - prefeito de Orocó
Romério Guimarães (PT) - prefeito de São José do Egito
Gesimário Baracho (PT) - ex-prefeito de Igarassu

Aderiram a Armando Monteiro Neto (PTB)

Julio Lóssio (PMDB) - prefeito de Petrolina
Luiz Carlos Souza (PSB) - vice-prefeito de Salgueiro
Ivanildo Bezerra (PDT) - vice-prefeito de Taquaritinga do Norte

Observação
Paulo Câmara e Armando Monteiro Neto também contabilizam apoios de vereadores das bases advesárias.

Leia a reportagem na integra clicando no Link: Por Ana Luíza Machado / Diário de Pernambuco

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Prefeitura de Capoeiras distribui sete toneladas de peixes com a população


A prefeitura de Capoeiras através da Secretaria de Assistência Social distribuiu sete mil quilos de peixes com as famílias capoeirenses. A distribuição dos peixes foi feita porta a porta, nesta quinta-feira (17), e beneficiou moradores da cidade, dos sítios e dos povoados. Além do peixe, também foi distribuído o leite de coco. A prefeita Neide Reino (PSB) e o vice prefeito Juju acompanharam as equipes de distribuição durante todo o dia. 

A ação garante o peixe do almoço da Sexta-Feira Santa nas mesas de muitas famílias que não teriam dinheiro para comprar, mantendo a tradição de se comer peixes na semana santa, “jejuar”, como as pessoas chamam aqui na nossa região. 

A prefeita Neide Reino e o vice prefeito Juju também aproveitaram a oportunidade para visitar as pessoas e desejar-lhes feliz páscoa. Nas fotos abaixo, visitas ao senhor Doda, e a Dona Maria.



Fotos compartilhadas no Facebook por Helenita Costa

Repercusão, modelo publica foto de mulher nua com gato preso entre as pernas

Maus tratos a um animal? Sensual? Mau gosto? Bom humor? Seja qual for sua opinião, o fato é que a foto de uma mulher nua com um gato preso entre as pernas causou sensação nesta quinta-feira (17), quando a imagem foi publicada no perfil da modelo Candice Swanepoel no Instagram. A foto já tem mais de 170 mil curtidas.

Os comentários no perfil da modelo sul-africana vão de "pobre gato" a "animal de sorte". Um dos usuários disse: "por que todos estão dizendo pobre gato? Mais parece um gato de sorte".

Candice (foto abaixo) não escreveu se a modelo da foto é ela mesma ou outra pessoa.

Ela é conhecida como a modelo da "barriga negativa", fama alcançada ao longo da carreira.

Para quem pensa que ela está em um mundo muito distante do nosso, saiba que a sul-africana, que namora um modelo brasileiro há oito anos, comprou uma casa no Brasil, no Espírito Santo.

Gatinhos capixabas, se cuidem!


Leia mais em: http://zip.net/bmm7Gj

A credibilidade da Chesf

Heitor Scalambrini Costa
Professor da Universidade Federal de Pernambuco

A Companhia Hidroelétrica do Rio São Francisco (CHESF) sempre contou com o apoio e a defesa incondicional dos nordestinos. Ai de quem ousasse criticá-la. Além de seus funcionários, a grande maioria dos políticos locais, dos professores, das classes dirigentes, da mídia e da população, em geral, sairia em sua defesa.

Em várias áreas o legado da CHESF para o Nordeste é inegável. Todavia existem máculas na sua relação com as populações nativas que foram forçadas a sair de suas casas, de suas terras para dar lugar à construção dos grandes reservatórios de água de suas hidroelétricas. A justificativa era sempre em nome do “desenvolvimento”.

Muitas decisões foram tomadas em nome da maioria, mas isso, no entanto, não lhes garantiu caráter democrático. O principio majoritário se justifica como um procedimento decisório democrático quando os direitos das minorias dos atingidos (no caso, pelas barragens) têm os seus direitos preservados.

Existem temas de interesse do país, com decisões políticas tomadas, por exemplo, pelos representantes do povo no Congresso Nacional, cujos custos e impactos atingem minorias da população. Nestes casos, o principio majoritário da decisão não garante o seu caráter democrático.

A construção das barragens ao longo do Rio São Francisco expulsou populações nativas, inundando várias cidades, e se constitui exemplo de decisões antidemocráticas, pois não levaram em conta os interesses dessas populações. Para situações relacionadas à questão energética, preconiza-se a necessidade de construção de consensos, o que significa o reconhecimento dos interesses divergentes que devem ser considerados e incorporados no processo de negociação.

Questões sociais envolvendo a Chesf foram blindadas. Pouco debate ocorreu na sociedade. A companhia virou intocável, inatacável, devido a sua importância para a região. O direito das populações afetadas (minorias) não se confunde com o direito da maioria – ambos podem ser exercidos democraticamente.

Por outro lado, todo o sistema elétrico brasileiro, desde o final do século passado, tem sofrido uma ingerência político-partidária nunca antes ocorrida com tal voracidade, que é nefasta para os objetivos, o trabalho e a atuação desse setor estratégico para o país. Verifica-se que as empresas do setor viraram moeda de troca nas transações de pura politicagem. Os dirigentes dessas empresas são escolhidos dentre os apadrinhados pelos partidos da base aliada de sustentação política do governo. Depois é que se analisa se estes têm competência técnica para a função designada. Tudo, diz o governo, para manter a “governabilidade”.

Uma combinação de fatores trouxe para a CHESF uma agenda negativa, onde quedas no fornecimento de energia se tornaram recorrentes na região por falta de planejamento, de investimentos, de valorização de seus funcionários (substituídos muitas vezes pelos terceirizados). A demissão de seus quadros técnicos contribuiu para a perda reconhecida da qualidade dos serviços prestados à população. Nos últimos anos, virou rotina o não cumprimento dos contratos de projetos vitais para a segurança energética, especialmente o atraso na implantação de linhas de transmissão associadas às centrais de geração para conexão compartilhada (ICG). O que levou a própria Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) a desabilitar a CHESF, impedindo que a empresa participe de leilões de linhas de transmissão. Ressalte-se que a CHESF foi à empresa que mais recebeu autos de infração (16 penalidades) nos últimos anos.

É inegável a responsabilidade das últimas administrações da CHESF pelo sentimento negativo existente na sociedade nordestina, devido ao grande desgaste da credibilidade da empresa. Responsabilizar a questão ambiental pelos atrasos nas obras, como vem sendo repetido pelos gestores, é uma ladainha que já não convence ninguém. Apenas mostra o despreparo e a falta de compromisso daqueles que dirigem esta empresa, outrora tão admirada.

O que acontece, hoje, com o grupo Eletrobrás, incluindo a CHESF, revela o mesmo “modus operandi” perverso adotado pelos governos para a privatização de outras estatais. O desgaste, a perda de credibilidade, e o sucateamento integram o roteiro que caminha a passos largos no processo de privatização de mais um patrimônio do povo brasileiro – se nada for feito para detê-lo.

Encontro de Som Automotivo, domingo 20 de abril, no Sítio Quatis, Caetés.

No próximo domingo, 20 de abril, acontecerá no Sitio Quatis em Caetés, o 1º Encontro de Som Automotivo. Será no bar Dallas, a partir das 13:00 horas. A organização é da 3R Produções.

O evento ainda terá as apresentações de Oz Play Boizinhos, e do cantor forrozeiro Assisão.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Prefeita Neide Reino vai à Câmara e apresenta levantamento sobre o Fundo Municipal de Previdência de Capoeiras

A prefeita de Capoeiras, a senhora Neide Reino (PSB) participou da sessão da Câmara na noite desta terça-feira (15). Na ocasião, a prefeita apresentou aos vereadores e servidores municipais um levantamento da atual situação do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Capoeiras. Com documentos, ela mostrou dados financeiros do Fundo, e disse que ninguém deixa de pagar uma divida porque quer, que isso só ocorre quando não se tem os recursos para fazê-lo no momento.

Para um plenário lotado, a prefeita começou sua explanação dizendo que em 31/12/2012 o saldo do Fundo de Previdência Municipal era de R$ 1.201.487,00. E em 30/07/2013 o saldo era R$ 1.584,466,00. E que atualmente o Fundo tem R$ 534.000,00. Ela disse que a diminuição do saldo se deve ao aumento das despesas com pagamentos dos aposentados e licenças médicas: em março de 2012 estas despesas foram de R$ 190.345,00, já em março de 2014 foram de R$ 322.063,00, e essa diferença é coberta pelo Fundo, e isso se somando mês a mês causou a redução – disse ela. A prefeita sugeriu a Câmara a criação de uma CPI para apurar desde a criação do Fundo, e que os vereadores e servidores fossem ao Fundo de Previdência conferir a veracidades das informações.

A prefeita relatou que a gestão que a antecedeu realizou quatro parcelamentos: dois, servidor; e dois, patronal. E que em 20/12/2012 foi feito um parcelamento com o INSS no valor de R$ 2.818,000,00 em 240 meses e carência de três meses; mas que acredita que se o ex-prefeito o fez foi porque por algum motivo não pôde pagar; e que nunca ninguém a verá denegrir a imagem de ninguém. Disse que atualmente os descontos do INSS são automáticos na conta do FPM e já houve mês desse desconto ser de R$ 140 mil. Relatou que pagou os salários aos servidores da saúde do mês de dezembro/2012 não pago pela ex-administração municipal e, que iniciou o pagamento aos professores que também não receberam no mesmo período. A prefeita mencionou que há um ano e quatro meses, Capoeiras tinha 5 ônibus e hoje são 14; que tinha 3 maquinas e hoje tem 5, e enquanto aumentaram as despesas, não houve aumento dos repasses. Ela sugeriu que as pessoas acessassem a internet e comparassem os valores dos repasses para Capoeiras em 10/04/2014 com os feitos na mesma data nos anos anteriores.

Sobre as medidas que estão sendo tomadas para sanar o Fundo de Previdência, a prefeita Neide Reino disse que cortou na própria carne quando demitiu várias pessoas, e  que realizará concurso publico, já que cargos comissionados e contratados contribuem para o INSS ao invés do Fundo de Previdência. Novas pericias médicas estão sendo realizadas em servidores que há muito tempo estão afastados ou readaptados, enquanto trabalham normalmente em outros lugares. Todas as secretárias têm ordem para reduzir custos. A festa de São José deste ano foi realizada com a metade do orçamento do ano anterior. Ela informou também que o INSS deve ao Fundo R$ 2.500,000,00 e que a prefeitura já entrou na Justiça para reaver esse dinheiro, inclusive, contratou o mesmo advogado que cuidou desse caso na gestão passada. Perguntou as pessoas presentes quantos prefeitos eles conheciam que tem a coragem de se expor com medidas impopulares e que não têm medo de enfrentar os problemas como ela tem feito.

A prefeita terminou sua fala lembrando que cabe a quem acusa o ônus da prova: para se dizer que alguém desviou ou roubou tem que provar. 

Documentos com todos os dados mostrados ficarão a disposição dos servidores e vereadores na sede do Fundo de Previdência.

O líder da oposição, o vereador Dedinho se disse surpreso com a informação de que Capoeiras tivesse realizado um parcelamento de debito com o INSS no apagar das luzes de 2012, que isso se ocorreu deve haver uma ata da negociação e se houver, esta seria falsa pois a Câmara nunca aprovou tal parcelamento, e que isso deve ser apurado.


O Projeto de Lei que pede o parcelamento do debito com o Fundo de Previdência ainda não foi votado.

Jornal New York Times afirma: "Fiasco do Brasil vai muito além de obras da Copa"

Exame.
O Brasil corre para tentar estar pronto a tempo para receber a Copa do Mundo, no próximo mês de junho. Com todos os atrasos, mortes causadas em acidentes na construção de estádios e custos que extrapolam os valores previstos, o jornal The New York Times também destaca com pessimismo que as prometidas melhorias no transporte público só ficarão prontas bem depois que os jogos já tiverem terminado.

No entanto, a reportagem especial publicada no último sábado (12) pelo jornal americano vai além dos já tão conhecidos problemas da Copa do Mundo e aponta que as obras do evento estão longe de serem os únicos elefantes brancos que comprovam o “fiasco” brasileiro no gasto de dinheiro público em infraestrutura.

Fotos desoladoras de construções inacabadas por todo o país ilustram a matéria, que cita como exemplo projetos milionários desenhados pelo arquiteto Oscar Niemeyer que, depois de prontos, estão agora abandonados em cidades como Natal e Brasília.

Usinas de energia eólica e até mesmo um museu de ufologia, construído com verbas públicas na cidade mineira de Varginha, também aparecem como exemplo deste fenômeno peculiar, que faz emergir as ruínas antes mesmo que o momento áureo possa acontecer.

“Os projetos para a Copa do Mundo são apenas uma parte de um problema nacional bem maior, que está lançando uma cortina de fumaça nas grandes ambições do país: uma série de projetos luxuosos concebidos quando a economia estava em crescimento, encontram-se agora abandonados, estagnados ou descontroladamente acima do orçamento”, diz o jornal.

“Os empreendimentos pretendiam ajudar a impulsionar a ascensão aparentemente inexorável do Brasil. Mas agora que o país passa por uma ressaca pós-boom, eles estão expondo os líderes da nação à crítica fulminante, alimentando questionamentos sobre gastos desnecessários e incompetência, enquanto os serviços básicos para a população permanecem terríveis”, afirma outro trecho.

Transnordestina - O maior destaque da reportagem - retratado inclusive através de um vídeo complementar - é o faraônico projeto da Transnordestina, ferrovia que começou a ser criada em 2006 com o objetivo de escoar a produção de soja do interior nordestino para os portos do país.

O NYT aponta que o projeto, que inicialmente custaria US$ 1,8 bilhão e deveria ter sido entregue em 2010, tem agora orçamento estimado em pelo menos US$ 3,2 bilhões, sendo a maior parte do valor financiado por bancos públicos.

Ao visitar uma comunidade situada em Paulistana, no Piauí, a reportagem constata que as pontes inacabadas, ligadas por precárias estradas de terra, afetaram negativamente no modo de vida da população local. Famílias foram retiradas de suas casas, e estas demolidas, e o aterramento necessário para as obras iniciais deixou o solo seco, acabando com o antigo local fértil de onde os moradores retiravam alimentos.

A conclusão do jornal é que houve “baixa compensação, comparada com as perdas sofridas por essa comunidade, fruto de uma obra que não trouxe retornos”.
Do blog: Magno Martins

terça-feira, 15 de abril de 2014

A indignação de um pai

Venho a público externar a minha indignação pela forma como a minha filha de apenas dois anos foi tratada recentemente em um episódio envolvendo a polícia militar em Capoeiras. Na semana passada, a minha esposa precisou utilizar os serviços de um Mototáxi para pegar nossa filha na saída da escolinha; no trajeto até a nossa residência, a moto foi parada por policiais militares, e por ser proibido transportar crianças menores de 07 anos nesse tipo de veiculo, os três: mototaxista, minha esposa e minha filha foram conduzidos a delegacia de polícia da nossa cidade para os devidos procedimentos. Até aí, tudo normal, pois, entendo que houve uma infração à Lei de Transito. A minha indignação vem do fato da minha filhinha de apenas dois anos ser obrigada a permanecer nas dependências da delegacia por cerca de uma hora. Uma criança que nem ao menos fala, que não responde por seus atos, ser constrangida a ficar numa delegacia, e pior, no momento um homem algemado saiu conduzido por policiais. Procurei o Conselho Tutelar e fui informado que esse tipo de procedimento é incorreto. Faço este desabafo para que isso não volte a ocorrer e para que outras crianças e famílias não tenham que passar por esse constrangimento.

ECA (Estatuto da Criança e do adolescente)
ART. 5º - Nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de negligencia, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, punido na forma da Lei qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor.

ART 18 – É dever de todos velar pela dignidade da criança e do adolescente pondo-os a salvo de qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor.
Clécio Farias
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...