Seguidores

quinta-feira, 5 de abril de 2018

UPE Campus Garanhuns iniciou primeiro Mestrado de Antropologia em culturas Africanas e Indígenas


Universidade de Pernambuco – UPE
Núcleo de Estudo sobre África e Brasil - NEAB
Mestrado Profissional em Culturas Africanas, da Diáspora, e dos Povos Indígenas - PROCADI

A Universidade de Pernambuco, Campos Garanhuns, abriu o primeiro Mestrado Profissional em Antropologia, a seleção ocorreu no segundo semestre do ano de 2017, e as aulas foram iniciadas em março de 2018. A turma é constituída de 15 alunos, vindos de várias cidades da região e até de outros estados do Brasil. O corpo docente do curso é composto por professores doutores da UPE Campus Garanhuns, UPE Recife e professores convidados de outras instituições UFRPE – UAG e UFPE. O curso tem como coordenadora a Professora Dr. Silvania Núbia Chagas e vice coordenadora Professora Dr. Vânia Fialho.

O Mestrado tem como foco de pesquisa o estudo sobre a cultura africana, das comunidades remanescentes de quilombos e os povos indígenas. As temáticas trabalhadas visam apresentar a importância desses povos na formação do povo brasileiro, perpassando por questões políticas, econômicas, sociais e culturais e as discussões em sala também apontam para as dificuldades enfrentadas por esses povos que, mesmo diante de uma sociedade que se coloca como justa e livre de preconceitos, trata de forma discriminatória e indiferente os integrantes desses grupos étnicos.

Tendo em vista que no mês de abril comemora-se o “DIA DO ÍNDIO”. Os mestrandos estão organizando ações junto às escolas da região no sentido de sensibilizar os professores da escola básica para a importância da temática indígena trabalhada em sala de aula. Essa ação tem como objetivo despertar para a importância de apresentar o índio brasileiro na contemporaneidade alertando para questões de alteridade e cultura, percebendo também a necessidade de se pensar o índio para além da visão folclórica que é propagada. Nesse sentido, os mestrandos, através de seminários, irão propor atividades que possam contribuir para a mudança da atual prática pedagógica nas escolas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!
Lembre-se: comentários com acusações, agressões, xingamentos, e que citem nomes de familiares de quem quer que seja, não serão publicados.

Opine com responsabilidade!

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...