Seguidores

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Igreja Católica lança Campanha da Fraternidade 2020

A Quaresma é um tempo litúrgico no qual a Igreja faz um convite mais intenso à conversão. No Brasil, este período é marcado pela Campanha da Fraternidade (CF), iniciativa proposta pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que auxilia na busca de transformação e santificação por meio de uma realidade que se apresenta para ser refletida, meditada e rezada. Para além dessas atitudes, são várias as ações práticas que podem ser realizadas para fazer com que a conversão gere transformação. Em 2020, a proposta é de cuidado e compromisso com o dom da vida. A CF refletirá neste ano sobre o tema “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34).

Nesta Quarta-feira de Cinzas, a CNBB realiza, em sua sede em Brasília (DF), a Cerimônia de Lançamento da Campanha da Fraternidade 2020.

Na paróquia de São José, em Capoeiras, Pernambuco, a CF será apresentada ao fies nas 'Missas de Cinzas' que serão celebradas na Igreja Matriz às 09:00hs e às 19:00hs, e também em algumas capelas; o tema será trabalhado durante o período da quaresma.

- 11,7 mil crianças e adolescentes foram vítimas de homicídio em 2017.
- Em 2016, houve no país 11.433 mortes por suicídio, uma média de 31 casos por dia.
- Nos 6 primeiros meses de 2018, os acidentes de trânsito provocaram mil mortes e 20 mil casos de invalidez permanente no país.
- Em 2017, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IGBE), o Brasil era 9º país mais desigual do planeta em distribuição de renda.”

As paróquias, dioceses, escolas, universidades, grupos, congregações e espaços católicos do Brasil, pretende “conscientizar, à luz da Palavra de Deus, para o sentido da vida como Dom e Compromisso, que se traduz em relações de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, nossa Casa Comum”.

Os exemplos do Papa Francisco que conclamou a Igreja, logo no início de seu pontificado, a vencer a “globalização da indiferença” e de Santa Dulce dos Pobres, canonizada pelo Santo Padre em outubro de 2019, serão apresentados como sinais da presença samaritana na realidade brasileira.
Fonte: CNBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!
Lembre-se: comentários com acusações, agressões, xingamentos, e que citem nomes de familiares de quem quer que seja, não serão publicados.

Opine com responsabilidade!

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...