Seguidores

terça-feira, 2 de julho de 2019

Câmara de Vereadores de Garanhuns só volta aos trabalhos em agosto

Por Altamir Pinheiro

Como reza na Constituição Federal, o período de recesso das câmaras municipais é definido pelo regimento interno de cada Câmara e também ocorre no meio e no final do ano. No caso de Garanhuns, haverá uma suspensão temporária das atividades  legislativas do dia 1 a 30 de julho. Nesse primeiro semestre os vereadores se revezaram com apresentações de projetos de lei, de resolução e os conhecidos requerimentos que predominam  entre os 13 vereadores que compõem o quadro de parlamentares da Câmara Municipal de Garanhuns.

Pois bem!!! Uma das prerrogativas de uma Câmara de Vereadores é cobrar do Poder Executivo melhorias para  sociedade. Um vereador NÃO TEM PODER para mandar asfaltar uma rua, construir uma praça púbica ou reformar uma escola municipal. Mas ele pode, mediante REQUERIMENTO, cobrar da prefeitura que sejam tomadas providências para executar tais atividades. Vamos tomar alguns exemplos, com base nos dados dos vereadores de Garanhuns que nesse primeiro semestre  apresentaram Requerimentos de ótima qualidade em prol da rua, bairro ou povoado que ele se diz representar.

Neste ensaio vamos nos deter, único e exclusivamente a bancada feminina da  Câmara Municipal de Garanhuns, começando pela vereadora que faz oposição ao gestor municipal, BETÂNIA DA AÇÃO SOCIAL. Aliás, essa vereadora é massacrada pelas secretarias municipais. Não tem acesso a nadica de nada, pois é tratada a pão e água, mesmo assim resiste as intempéries praticadas pelo poder executivo. Recentemente,  ela apresentou um requerimento digno de aplausos quando naquela oportunidade solicitou que fosse adotada a EQUOTERAPIA como método terapêutico para reabilitação de pessoas com deficiência ou necessidades especiais na rede pública de saúde do município.

Seguindo o diapasão, LUZIA DA SAÚDE, como o seu próprio nome parlamentar diz, ela é uma baluarte em defesa de sua comunidade  no Bairro de  Mané  Chéu, principalmente  no campo da saúde, claro!!! Em um dos  seus últimos requerimentos do semestre a vereadora inovou ao pedir que o chefe do poder executivo exija junto a Secretaria de Turismo que seja disponibilizado um QUIOSQUE DE INFORMAÇÕES TURÍSTICAS na Praça Dom Pedro II, Boa Vista, no período do Festival de Inverno de Garanhuns.

A ex-presidente daquela casa parlamentar, CARLA DE ZÉ DE VILAÇO, em seu último requerimento foi extremamente feliz, diga-se de passagem, bastante oportuna sua reivindicação  por ter uma visão exemplar de preservação do patrimônio público do município  ao pedir pela realização ou  viabilidade para que seja estudada a possibilidade da revitalização da Praça do Monumento Ipiranga(Morro do Pirulito). Para se ter ideia do jubiloso pedido requerido pela Vereadora Carla,  o requerimento   é tão oportuno que, pouca gente sabe, mas  o Monumento Ipiranga foi erguido em 1922(no centenário da Independência do Brasil). A obra construída  tem os rabiscos do arquiteto e grande garanhuense Ruber Van Der Linden. Daqui a três anos o Brasil completará 200 anos de sua independência e o Monumento Ipiranga o seu centenário.

No tocante a ANDRÉA NUNES e por ser a vereadora revelação do ano de 2019, pois   a turma da sombra já  percebeu que ela trabalha de luz acesa, pois não é à toa que, Andréa foi a única parlamentar de Garanhuns que se fez presente, nos dias 26, 27 e 28 de junho no encontro das mulheres vereadoras do Brasil, que foi realizado em Caruaru. Num brilhante discurso  perante suas colegas vereadoras de todo o país, ela foi aplaudida de pé quando informou que a Câmara de Garanhuns é a que tem maior número de mulheres no Agreste e, proporcionalmente, também no Estado de Pernambuco. Quanta à sua atuação parlamentar, seus últimos requerimentos dizem respeito ao FIG. Ela continua batendo forte no Governador e  cobrando das autoridades que a divulgação da grade do  festival seja realizada em Garanhuns e sua programação  antecipada entre 90 ou 60 dias antes  de sua realização.

Finalmente, não poderia terminar este texto sem formular a seguinte pergunta: POR QUE NEM SEMPRE UM REQUERIMENTO É ATENDIDO?!?!?! Há uma ruma de razão para que uma vez encaminhado um Requerimento aos órgãos competentes, ele não seja atendido. Entre tantas razões à falta de iniciativa ou vontade do Poder Executivo Municipal (algumas vezes com a desculpa esfarrapada de que não há recursos);  a prefeitura pode, de fato, não ter recursos para realizar aquela obra, naquele momento, mas se  o  tal REQUERIMENTO foi proposto por um vereador de um partido de oposição ao governo municipal, aí,  adeus ingrata, pois seu destino é a afamada lata do lixo.  Enfim, são as artimanhas do jogo político, que todo mundo sabe que existe, mas que quase ninguém vê (ou faz questão de não ver). O QUE É UMA PENA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!
Lembre-se: comentários com acusações, agressões, xingamentos, e que citem nomes de familiares de quem quer que seja, não serão publicados.

Opine com responsabilidade!

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...