Seguidores

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Caeteense assume o cargo de Procurador de Justiça de Pernambuco

“Debaixo do céu há momento para tudo e tempo certo para cada coisa: tempo nascer e tempo para morrer; tempo para plantar e tempo para arrancar a planta”. Foi citando a Escritura Sagrada, mais precisamente o livro de Eclesiastes, que o mais novo membro do Egrégio Colégio de Procuradores de Justiça de Pernambuco, Dr. José Correia de Araújo, iniciou seu discurso de posse no mais alto posto do Ministério público, após 24 anos exercendo o cargo de Promotor de justiça.

Dr. José Correia agora procurador de Justiça Criminal do Estado, é natural de Caetés-PE, de família humilde, seu pai Alfredo Correia de Araújo era agricultor e a sua mãe Rosa Leopoldina de Araújo, do lar.

O filho ilustre da Terra da Energia Eólica Pernambucana, foi o primeiro aluno matriculado no Colégio Municipal da cidade natal, sempre se destacou entre os melhores alunos e chegou a exercer o cargo de professor no mesmo colégio. Foi funcionário da prefeitura de Caetés e cedido à antiga FIAM (Fundação de Desenvolvimento Municipal do Interior de Pernambuco), aprovado no vestibular de direito, se mudou para Olinda onde concluiu o bacharelado, com o ingresso na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), prestou concurso e foi aprovado para o cargo de delegado que exerceu por sete anos até obter mais uma conquista, a aprovado para cargo de promotor de justiça. Na última quinta-feira passada, dia 10 de agosto, tomou posse no cargo de Procurador do Ministério Público estadual.

A promoção do caeteense ao cargo máximo da instituição de justiça estadual foi notícia no município e motivo de orgulho para a família Correia de Araújo que recebeu os cumprimentos do atual prefeito de Caetés e amigo da família, Armando Duarte e outras autoridades do lugar.

A sociedade de Caetés, de forma orgulhosa, parabeniza o filho ilustre Dr. José Correia de Araújo, o mais novo procurado de justiça de Pernambuco.
Wando Pontes

Um comentário:

  1. Ele sempre foi o orgulho da família, meu pai e, também tio Rodrigues de Caetês, falam sempre dele, quando se reverem a uma pessoa que venceu com os estudos, nos referimos a ele com o apelido de zuzu.

    ResponderExcluir

Comente aqui!
Lembre-se: comentários com acusações, agressões, xingamentos, e que citem nomes de familiares de quem quer que seja, não serão publicados.

Opine com responsabilidade!

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...