Seguidores

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Apac divulga mapa da seca em Pernambuco no mês de julho de 2016

A Agência Pernambucana de Águas e Clima – Apac está divulgando a atualização do Monitor de Secas do Nordeste do mês de julho de 2016.

Segundo os dados consolidados, as chuvas em julho de 2016 em todo o Nordeste ficaram muito abaixo do esperado, por isso, os indicadores mostraram expansão das áreas de seca e o agravamento da intensidade do quadro em todos os estados da região.
  
No estado de Pernambuco, no mês de julho de 2016, destaca-se o surgimento de áreas de seca excepcional no Sertão e no Agreste. Verificou-se seca fraca no litoral do estado.

O Monitor é um processo de acompanhamento regular da situação da seca no Nordeste. Mensalmente, informações sobre a situação de secas são disponibilizadas, com indicadores que refletem a evolução da seca na região, através de indicadores de curto prazo (últimos 3, 4 e 6 meses) e de longo prazo (últimos 12, 18 e 24 meses)

Todo o estado de Pernambuco encontra-se sobre influência de seca, com intensidade variando de seca fraca a seca excepcional. Destacando-se o surgimento de áreas de seca excepcional nas mesorregiões do Sertão e do Agreste. Houve uma expansão da seca para leste, com o surgimento de seca fraca no litoral do estado. Os impactos da seca são de curto e longo prazo em todo Sertão e Agreste, com impacto de curto prazo apenas no extremo leste, nas mesorregiões do Litoral e Zona da Mata, onde se observa seca fraca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!
Lembre-se: comentários com acusações, agressões, xingamentos, e que citem nomes de familiares de quem quer que seja, não serão publicados.

Opine com responsabilidade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...