Seguidores

Dieta 21 Dias

Negócio na internet

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Vereadores Carla Rodrigues e Gangarra defendem o Executivo e Legislativo nos casos de violência registrados em Capoeiras

Na sessão da Câmara Municipal, na noite da terça-feira, 09/08/2016, a vereadora Carla Rodrigues saiu em defesa da prefeita e os vereadores de Capoeiras na questão dos casos de violência que vêm sendo registrados ultimamente no município. A vereadora que faz parte da bancada de oposição na Casa, disse que é revoltante e triste ver uma sociedade que ainda não entendeu os papeis desempenhados pelos poderes Legislativo e Executivo; que entende a população pedir e cobrar da prefeita e dos vereadores uma solução, pois são representantes eleitos e devem ir atrás de soluções; mas os culpar (pela violência) não entende. Carla Rodrigues disse que as cobranças são legitimas, mas as Polícias Civil e Militar não são da competência dos municípios, e é importante as pessoas entenderem isso.

Carla Rodrigues lamentou o crime sofrido por uma medica cubana dentro de um posto de saúde em Capoeiras, e disse que o crime foi premeditado, já que lá só há pessoas doentes e não tem o que roubar;  ela chamou de desprezível um ser humano que pratica um crime desses; e que mais do que cadeia, ele merece nunca mais sair dela. A vereadora Carla Rodrigues disse da necessidade de se exigir da Polícia Civil uma investigação para desarticular essa quadrilha que estaria agindo em Capoeiras; pois a Polícia Civil age sigilosamente, investigando; a vereadora disse que elementos assaltaram a residência da mãe da prefeita (Neide Reino) de caso pensado, e que acredita que existe alguém dando indicações (das possíveis vitimas), e que amanhã ou depois, a próxima vitima pode ser qualquer um de nós.

O vereador Edson Gangarra disse que não é preciso ser mulher para se solidarizar com a médica cubana, e que tal tipo de crime pode acontecer com qualquer uma (mulher) das nossas famílias. Gangarra afirmou ser um absurdo que pessoas desinformadas e alienadas culpem os poderes Legislativo e Executivo; afirmou que Capoeiras precisa ouvir que o problema da segurança publica não é questão da prefeita de Capoeiras, é de responsabilidade do governador, que no seu entender é omisso, e no qual votou e se arrependeu. O vereador Edson Gangarra disse que como sempre em época de eleição, estão querendo culpar a prefeita, mas que se deve saber o que é da responsabilidade dos vereadores e, da prefeita. Disse ainda ter certeza que uma tentativa de assalto ocorrida nesta quarta-feira (09), a um ônibus que transporta universitários capoeirenses, e que aconteceu em Garanhuns, alguns irão culpar a prefeita e os vereadores capoeirenses.

Num aparte a fala do vereador José Nielson, o vereador Edson Gangarra informou que a médica cubana e o seu esposo que também é médico pediram transferência, e com isso, a população de Capoeiras perdeu dois profissionais da saúde: ficaram sem médicos um PSF na cidade e o do Povoado Maniçoba.

Os demais vereadores também se solidarizaram com os médicos cubanos que foram vitimas de um crime bárbaro em Capoeiras. A Câmara enviará ofícios aos secretários de Saúde do Estado e  do Município registrando sua indignação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!
Lembre-se: comentários com acusações, agressões, xingamentos, e que citem nomes de familiares de quem quer que seja, não serão publicados.

Opine com responsabilidade!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...